04 março 2017

Assisti em casa: “Sucker Punch – Mundo Surreal”

Babydoll foi internada em um sanatório pelo padrasto inescrupuloso, que encomenda uma cirurgia para destruir o cérebro dela. Mas a jovem descobre que seu refúgio pode estar dentro de sua mente e só assim ela poderá se libertar para sempre. Agora, vivendo esse mundo paralelo, ela enfrentar dragões, samurais, robôs e nazistas sobrenaturais, que a farão viver uma perigosa e fantástica aventura na companhia das colegas de internação Blondie, Rocket , Amber e Sweet Pea . Seria essa então a sua única chance de libertação?


Após matar a mãe de Babydoll o padrasto a interna em um sanatório alegando que a menina teria ficado louca e matado a própria irmã mais nova. Babydoll precisa fugir daquela realidade horrorosa que significa sua vida agora, assim ela cria sua própria realidade. Em sua cabeça ela vive um mundo completamente diferente, onde sua maior fantasia é ter que passar por todas aquelas atrocidades sem querer cometer suicídio.


Quando começamos a assistir o filme somos logo jogados dentro das fantasias de Babydoll, de início você não sabe distinguir o que é real e criado pela garota. A mesma precisa de um plano para fugir daquele lugar, e com ajuda de suas quatro mais novas amigas ela consegue organizar um plano para sair daquela realidade a qual é mantida.


Eu nem sei dizer mais alguma coisa sobre o filme sem soltar um spoiler. Só digo caro leitor terráqueo, que deves assistir essa incrível trama. O efeito especial jogado, para mostrar quando Babydoll está dentro de sua imaginação, nos faz pensar que estamos dentro de um jogo de Vídeo Game. Ou seja, é uma realidade virtual para fazer com vejamos bem que a personagem está dentro de sua cabeça e completamente fora de seu mundo.


O inicio do filme é um pouco confuso, só conseguimos entender bem o que está acontecendo quando chegamos próximo ao final, é quando tudo faz algum sentido. Devo dizer também que o figurino ficou muito legal, temos ai armas, espadas, machados, etc. Além do mais Babydoll é vestida como uma colegial, mostrando assim toda sua inocência e ao mesmo tempo força para lutar contra aquilo que lhe acomete.


Além disso, a trilha sonora do filme é impecável e sem erro. É um ponto positivo para conseguirmos ser a personagem em questão. E eu consegui me emocionar quando temos ai à morte de umas das integrantes do grupo. Mesmo assim Babydoll não se deixa abater e segue em frente para liberdade.

Temos Sweet Dreams de Emily Browning; Army of Me de Björk feat. Skunk Anansie;
White Rabbit de Emiliana Torrini; I Want It All/We Will Rock You Mash-Up – Queen; Search and Destroy de Skunk Anansie; Tomorrow Never Knows de Alison Mosshart and Carla Azar; Where Is My Mind? de Yoav feat. Emily Browning; Asleep de Emily Browning; Love Is the Drug de Carla Gugino and Oscar Isaac; Search and Destroy de Skunk Anansie.


Sem mais nada a dizer, apenas digo que me senti como Babydoll, porque vivo constantemente em uma realidade paralela a minha. 


6 comentários:

  1. Eu simplesmente amooooooooooo amo amo amo amo amo este filme!
    E acho a trilha sonora magnifica!!!

    Memórias de uma Guerreira

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOOOOOOOI KAROL

    eu já vi muita gente falando mal desse filme, mas ele é MUITO LEGAAAAAAAAAAL, GENTE! Eu achei a fotografia, o figurino e a trilha sonora lindaaaaaas!
    eu achei maravilhoso também essa mistura de realidade com mundo paralelo porque, sim, confesso: também me sinto as vezes vivendo desse jeito.
    t[a de parabens pelo post, heeeeeeeeeeein

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha começado a ver esse filme uma vez, mas tinha achado muito doido e confuso pra minha cabeça e acabei desistindo. Mas como você falou que ele é confuso mesmo e que depois temos uma explicação, acho que vou dar mais uma chance, porque tinha ficado curiosa em relação a ele!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu sinceramente não gosto muito desse filme por ser muito fetchista e fanservice. Assisti e não achei nada de mais, mas eu amei demais a Sweet Pea <3

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
  5. Wowwww, eu sou apaixonada por esse filme, como essas garotas são fortes em <3
    Lembro que quando vi elas todas me serviram de inspiração.
    E o final é o melhor de tudo <3
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  6. Eu amo esse filme! Toda a simbologia dele e as questões ocultas - tem várias teorias na internet, já li muitas, e sempre tenho a impressão de que ainda falta compreendê-lo um pouco mais, porque tem tanta coisa por trás dele. Enfim, acho incrível, não sou fã de filmes com tanta ação quanto esse mas Sucker Punch realmente me conquistou.
    Beijo, Bruna S. ♥
    Chanel Fake Blog

    ResponderExcluir