16 abril 2017

Mais uma edição do Festival Ferrock


O Ferrock, uma instituição autônoma criada em 1986, completou seus 31 anos com muito estilo ontem (15 de abril). Com entrada gratuita (apenas um 1k de alimento não perecível era pedido como ingresso) o evento uniu o que há de melhor: solidariedade e muito Rock’N Roll.

O evento contou com a participação de bandas autorais do DF, sempre dando aquela incentivada no público rockeiro para dar aquele apoio à cena interna que rege Brasília, e o Plebe Rude que finalizou o festival no melhor estilo possível que só quem frequenta o Ferrock poderá entender.

Iniciado às 14hrs (horário oficial de Brasília), logo na entrada éramos recebidos com uma cartilha contendo a programação de bandas que tocariam no evento, uma semente para plantarmos e um “livrinho” de literatura de Cordel homenageando o festival. Abordando um tema ecológico esse ano, éramos constantemente lembrados pela preservação da limpeza do local onde estávamos (uma iniciativa muito legal!).


Baratas de Chernobyl deu início ao evento, em seguida contamos com o punk rock hardcore do Vozes da Anarquia, para então darmos lugar as composições no estilo Doom e Stoner Metal do Calligo. Uma roda Punk se iniciou quando a banda paulista D.E.R entrou em palco, e os nervos se acalmaram quando a banda Elffus entrou mostrando seu Hard Rock e então encerrou-se a noite com o Plebe Rude.

Foi uma tarde com muito coturno, calça rasgada, blusas de bandas, spikes e correntes, e claro Rock’N Roll. 

2 comentários:

  1. que massa, meu noivo já tocou em muitos festivais assim, inclusive em vários deles a elfus também estava <3

    ResponderExcluir
  2. Que festival diferente! Achei ótima a parte ecológica e terem colocado a literatura de cordel, geralmente a cultura brasileira fica esquecida nesse meio. Super legal!

    BLACK WASABI

    ResponderExcluir